Alopecia Areata. Você sabe o que é?

Alopecia Areata

Alopecia Areata. Você sabe o que é?

Digamos que agora a poeira baixou, mas quem não se lembra do polêmico tapa na cara que Chris Rock levou de Will Smith no evento do Oscar de 2022? Will Smith teve essa reação logo após Chris Rock fazer uma piada com Jada Pinkett Smith, esposa de Will Smith devido a sua falta de cabelos causada pela alopecia areata. Provavelmente você soube dessa notícia, mas você sabe o que é a alopecia areata? Continue lendo para mais detalhes!

Direto ao ponto: A alopecia areata é uma condição caracterizada pela queda localizada de cabelo, na cabeça ou, mais raramente, em outras áreas do corpo.

Em pessoas com essa condição, o cabelo sempre cai em áreas bem delimitadas, resultando em círculos ou em áreas ovais onde não há fios de cabelo.

A alopecia areata pode afetar pacientes de ambos os sexos e é bastante comum na faixa etária dos 20 anos de idade.

A doença ocorre devido a um processo inflamatório na raiz do cabelo.

De modo geral, é provocada por fatores genéticos e está associada a doenças como lúpus, vitiligo, diabetes e alergias, como a rinite, por exemplo. Também ocorre em consequência do tratamento oncológico.

Alguns fatores emocionais, como estresse e processos de luto, podem desencadear a alopecia areata ou agravar a condição, fazendo com que o paciente perca ainda mais pelos.

Os pacientes com alopecia areata podem apresentar coceira no couro cabeludo ou uma sensação forte de queimação antes da queda de cabelo efetivamente acontecer.

Algumas pessoas tem um episódio na vida e não voltam mais a ter e outras, persistem com episódios durante toda a vida. Muitas pesquisas estão sendo feitas em busca de um tratamento, sem muitos efeitos colaterais, para tentar evitar que se tenha novos episódios da doença.

Como Funciona o tratamento da alopecia areata

Como Funciona o tratamento da alopecia areata

A inflamação é tratada com uso de medicamentos variados e pela estimulação do folículo capilar. O tratamento deve ser sempre conduzido por um médico dermatologista.

Seu médico irá rever seus sintomas para determinar se você tem alopecia areata. Eles podem diagnosticar a doença simplesmente observando a extensão da perda de cabelo e examinando algumas amostras de cabelo ao microscópio.

O especialista também pode realizar uma biópsia do couro cabeludo para descartar outras condições que causam a perda de cabelo, incluindo infecções por fungos, como a tinea capitis.

Durante uma biópsia do couro cabeludo, o médico irá remover um pequeno pedaço de pele do couro cabeludo para análise.

Em alguns casos, quando o cabelo volta a nascer, ele apresenta uma cor diferenciada, mais clara ou totalmente branca, retornando posteriormente ao seu tom normal.

O médico também pode fazer um exame de sangue para testar a presença de um ou mais anticorpos anormais. Se esses autoanticorpos forem encontrados no sangue, isso geralmente significa que a pessoa tem um distúrbio auto-imune.

Se perceber que seus cabelos estão caindo mais que o normal ou passando por alterações como falhas localizadas, procure um dermatologista com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para que ele te examine, faça seu diagnóstico e inicie, se necessário, seu tratamento.

Neste caso, conte com a Imed! Além de ótimos profissionais, temos preços acessíveis e com o Cartão iSaúde você tem direito a descontos exclusivos. Fale com a nossa equipe e saiba mais!

Contato

WhatsApp:
(15) 99102-3441
Telefone:
(15) 3234-9410
E-mail
contato@clinicaimed.com.br
rh@clinicaimed.com.br

Facebook

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.