Dia Nacional do Diabetes: Quais são os primeiros sintomas e qual médico procurar – CLÍNICA IMED SAÚDE

Dia Nacional do Diabetes: Quais são os primeiros sintomas e qual médico procurar

Dia 26 de junho é uma data muito importante. É claro que se você ou alguém que você gosta nasceu nessa data, ela se torna ainda mais especial! Mas aqui nós estamos nos referindo ao Dia Nacional do Diabetes. Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

A data já mencionada foi criada pelo Ministério da Saúde para lembrar a importância de prevenir e tratar corretamente o diabetes.

Posteriormente, foi criado pela International Diabetes Federation (IDF) e a Organização das Nações Unidas (ONU) o Dia Mundial do Diabetes, comemorado 14 de novembro, que unificou todos os países envolvidos nessa luta.

Se você não tem diabetes, é muito provável que conheça alguém que tenha.

Somente no Brasil, estima-se que 7,6% da população urbana entre 20 e 69 anos é acometida pela doença.

Isso corresponde a cerca de 14 milhões de pessoas que vivem com o mal no país, o quarto no ranking mundial do diabetes. Por isso, todo dia é dia de lembrar a importância de combater o diabetes. Mas o que é exatamente o diabetes? Nós explicamos:

Quando você come algum alimento, este sofre a digestão no intestino e se transforma em glicose, que é absorvida para o sangue. A glicose no sangue é usada pelo organismo como energia pela ação da insulina.

O diabetes acontece quando o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo ou quando este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada.

Existem basicamente três tipos de diabetes: os tipos 1 e 2 e o gestacional. Falaremos deles logo a seguir.

Dia Nacional do Diabetes: tipos da doença e mais informações importantes

Dia Nacional do Diabetes

O diabetes tipo 1 pode ser considerado o mais grave, pois a produção de insulina do pâncreas é insuficiente, pois suas células sofrem a chamada destruição autoimune. Por isso, os portadores deste tipo de diabetes necessitam de injeções diárias de insulina para manter a glicose no sangue em valores normais.

O diabetes tipo 2 é o mais comum, correspondendo a 90% dos casos de diabetes. Ela é mais comum em pessoas obesas com mais de 40 anos de idade, mas também pode se manifestar em pessoas mais jovens devido a maus hábitos alimentares, sedentarismo e estresse. Neste tipo de diabetes encontra-se a presença de insulina, porém sua ação é dificultada pela obesidade.

Já o diabetes gestacional, como sugere seu nome, pode ocorrer em qualquer mulher durante a gravidez. No entanto, alguns fatores podem facilitar o desenvolvimento da doença, como a idade materna avançada, ganho de peso excessivo durante a gestação, sobrepeso ou obesidade, hipertensão arterial e gestação de gêmeos.

Voltando a falar sobre os casos de diabetes tipo 2, aproximadamente metade dos portadores da doença desconhecem sua condição, uma vez que a doença é pouco sintomática.

Entre os sintomas mais comuns do diabetes estão o excesso de sede e urina, aumento do apetite, perda de peso, cansaço, vista embaçada e infecções frequentes, especialmente as de pele.

O diagnóstico de diabetes só pode ser feito por um médico. E o especialista nessa área é o endocrinologista. Ele vai te solicitar os exames necessários, que normalmente são: glicose em jejum, teste oral de tolerância à glicose (TOTG) e hemoglobina glicada (A1c).

Agende sua consulta

Se ainda não fez esses exames, ou se fez mas faz muito tempo (cerca de um ano ou mais), que tal agendar uma consulta? Na Imed Saúde Sorocaba, além de você pagar um preço acessível, com o Cartão iSaúde, você tem descontos exclusivos! Entre em contato e saiba mais!