Setembro amarelo: descubra o que é e qual sua importância – CLÍNICA IMED SAÚDE

Setembro amarelo: descubra o que é e qual sua importância

Setembro amarelo

Setembro amarelo: descubra o que é e qual sua importância

Talvez você já tenha ouvido falar do Outubro Rosa, que tem objetivo de conscientizar as mulheres sobre a prevenção do câncer de mama e de colo do útero. E também do Novembro Azul, que tem um objetivo semelhante ao Outubro Rosa, mas voltado para conscientização da prevenção de doenças masculinas, principalmente o câncer de próstata. Mas e o Setembro Amarelo, você sabe o que é? Continue lendo que nós iremos te dizer! Boa leitura!

A Associação Brasileira de Psiquiatria em parceria com o Conselho Federal de Medicina desde o ano de 2014 organizam nacionalmente o Setembro Amarelo.

O programa tem o objetivo de prevenir e diminuir o número de suicídios no país. Número esse que se aproxima dos 12 mil todos os anos. No mundo, são mais de 1 milhão. Para se ter uma noção melhor, a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo.

Quando foi criado, o Setembro Amarelo tinha por objetivo chamar a atenção para a prevenção do suicídio através da valorização da vida.

A ideia era iniciar um movimento junto à sociedade. Ano a ano, o assunto vem ganhando espaço e os tabus vêm sendo quebrados. Mas ainda há muito a avançar.

Por isso devemos dar ênfase na necessidade de ação – de cada um de nós – para fortalecer na sociedade a esperança de que podemos ser mais inclusivos e menos individualistas, dando a nossa contribuição para a redução no número de suicídios.

A grande maioria das pessoas que cometem suicídio são os mais jovens (18 e 24 anos de idade). E quase 97% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais.

Em primeiro lugar está a depressão. Em segundo, o transtorno bipolar. E em terceiro, a dependência química.

Como o Setembro Amarelo pode ajudar na prevenção ao suicídio?

Como o Setembro Amarelo pode ajudar na prevenção ao suicídio

A campanha do Setembro Amarelo conta com a ajuda de suas federadas, núcleos, associados e de toda a sociedade. Essa ajuda consiste basicamente em divulgar o tema a todas as pessoas.

A divulgação é feita de diversas formas, inclusive iluminando monumentos históricos, pontos turísticos, como, por exemplo, o Cristo Redentor e também a Praça dos Três Poderes.

Vários artistas, jornalistas, empresários e outras pessoas influentes divulgam o tema. A ideia é falar sobre o assunto, quebrando o tabu.

Veja, logo a seguir, um dos diversos vídeos de divulgação do Setembro Amarelo:

Além da divulgação e de falar sobre suicídio é muito importante ficar atento àqueles que nos cercam. Nem sempre pessoas que estão pensando em suicídio dão sinais claros de que irão cometer o ato.

São várias histórias de pessoas que cometeram suicídio e a própria família não havia percebido nada de incomum. Portanto, fique atento àqueles à sua volta, aos seus entes queridos. Converse com eles e procure ouvi-los sem preconceitos ou pré-julgamentos. Às vezes é tudo o que eles precisam. Ser ouvidos.

A Imed Saúde apoia o Setembro Amarelo e recomenda que você faça o mesmo colocando em prática as coisas que abordamos aqui.

Para cuidar da saúde mental e física – sua e da sua família – nós temos uma equipe capacitada para fazer o melhor. E ainda você pode conseguir descontos exclusivos. Fale conosco e saiba mais!